Veja abaixo os depoimentos sobre como a Psicoterapia Reencarnacionista tem transformado vidas

Ir para depoimento anterior Ir para próximo depoimento

Venho de uma formação profissional na área da engenharia, mas, por volta dos 34 anos, resolvi dar uma guinada para enveredar pela área da Psicologia, pois superei várias dificuldades pessoais na área emocional e gostaria de ajudar os irmãos de caminhada a superarem igualmente as suas. Como espírita, não me conformava com as limitações da Psicologia acadêmica. Foi quando conheci a Psicoterapia Reencarnacionista, no longínquo ano de 2003, através da leitura do livro “Como aproveitar a sua encarnação”. Tudo o que eu pensava estava ali. Em seguida, outros livros vieram, aumentando a cada dia a minha compreensão de uma realidade maior. Encantei-me com a clareza de raciocínio do autor e acalentei o sonho de, um dia, juntar-me à sua equipe, fazendo o curso de formação. O problema é que eu moro em João Pessoa-PB e não seria fácil fazer um curso no Sul. O tempo passa, eis que surge uma oportunidade de fazer o curso no Rio de Janeiro, minha cidade natal, no ano de 2012. Contando com o apoio incondicional da família, envolvi-me de cabeça nesse aprendizado. Já formado, comecei a trabalhar como monitor, ajudando a desbravar novas plagas, como Brasília, Teresina e Recife. A cada aula, a cada atendimento, seja nos cursos ou no consultório, a espiritualidade me surpreende com sua magnânima ação terapêutica, fruto de um conhecimento profundo do ser humano integral e de uma capacidade indescritível de dar amor. Hoje sou plenamente realizado na minha encarnação, tendo encontrado minha verdadeira missão: servir de instrumento para a espiritualidade superior empreender ações terapêuticas nas pessoas em sofrimento psíquico e com necessidades pessoais de crescimento. Obrigado aos Mentores da PR! Obrigado aos ministrantes, monitores e colegas que me proporcionaram todas essas maravilhas!

Ciro Ferreira

Envie também o seu depoimento

Através do formulário abaixo você pode enviar também o seu comentário. Participe!

1050 caracteres restantes.
' o código é 'iwaGo6XYJoA'"> Informe o ID do video *
Ir para depoimento anterior Ir para próximo depoimento

O meu sobrinho, um rapaz de 26 anos prestando provas na USP para fazer o doutorado, passou em primeiro lugar nas provas e teria que fazer uma entrevista para iniciar o estudo em 2016. Uns dias antes da entrevista ele surtou querendo matar o pai e só falando em se matar. Não dormia bem a noite e só falava em matar o pai, estava sem nenhuma condição de fazer a entrevista. Foi quando minha irmã me ligou assustada, pediu ajuda, contou o que estava acontecendo e eu pedi orientação para a diretoria da Associação Brasileira de Psicoterapia Reencarnacionista. Foi recomendado acessar o Portal ABPR e em Atendimentos/Regressões à Distância, um serviço gratuito, preencher o Formulário e enviar para o Coordenador nacional. Recebi a resposta e começou o Tratamento à distância, já que ele mora em Minas Gerais, com a Regressão Terapêutica à Distância (RAD). Na primeira regressão veio que ele era uma padre muito caridoso e aceito por todos os fiéis da igreja mas que havia surtado, indo por uma estrada, encontra o pai e o mata e depois tira a sua própria vida. A Regressão foi até o Ponto Ótimo (no periodo intervidas), foi feito o desligamento do passado e vieram várias orientações dos seus Mentores. Em outra vida, ele era morador de rua, que atirava pedra nas pessoas, matou algumas pessoas e foi morto. Esqueci de relatar que, no seu primeiro surto, ele queria matar o pai a pedrada, o que significa que ele estava mais naquela vida passada do que na atual. Após essas duas regressões, ele foi melhorando bastante. A professora fez a entrevista dele por Skipe, ele foi muito bem e foi aprovado! Fará o doutorado agora em 2016 na USP. Grata aos Mentores pela grande ajuda nesse tratamento e à Regressão Terapêutica, essa ferramenta maravilhosa da Psicoterapia Reencarnacionista.

Maria Auxiliadora

Envio de depoimentos sobre tratamentos

Envie também o seu depoimento

Através do formulário abaixo você pode enviar também o seu comentário. Participe!

1050 caracteres restantes.