Busca

Direitos dos Alunos

Os direitos dos alunos do Curso de Formação em Psicoterapia Reencarnacionista e Regressão Terapêutica

A Associação Brasileira de Psicoterapia Reencarnacionista (ABPR) forma Ministrantes de Curso a partir de ex-alunos que auxiliam, no mínimo, em 2 (duas) turmas subsequentes, como monitores júniors e monitores sêniors e depois de convidados pelo seu Ministrantes realizam uma Banca e são aprovados.

A ABPR estabelece um Programa de Curso com um Conteúdo Programático e Exercícios em Grupo que é cumprido fielmente nos Cursos de Formação e os Ministrantes atém-se a esse Conteúdo, na ordem estabelecida, e realizam nas aulas todos os Exercícios em Grupo.

Os Cursos de Formação têm todos o mesmo formato, independentemente do Ministrante responsável. O Conteúdo Programático é transmitido integralmente seja no formato de 12, 18 meses ou de 24 meses, dependendo do número de alunos. São ensinados todos os princípios teóricos da Psicoterapia Reencarnacionista e realizados exercícios de 1ª consulta e reconsultas, em duplas de alunos, com a supervisão do Ministrante e dos monitores. São realizadas, a partir do 2º ou do 3º Módulo, as regressões nos alunos, individuais, em cama ou colchonetes confortáveis, com os demais alunos divididos em pequenos grupos, assistindo e aprendendo; essas regressões são, ao início do Curso, de responsabilidade do Ministrante e dos monitores sêniors (ou de monitores júniors, se não houver um número suficiente de sêniors para a demanda, desde que os júniors estejam capacitados para tal). A partir da metade do Curso, aproximadamente, os alunos começam a praticar as regressões uns nos outros, sob supervisão individual do Ministrante e dos monitores. Ao final das regressões, é reunido o grande grupo ou mini-grupos e comentadas pelos alunos que receberam esse benefício e por quem auxiliou seus Mentores no processo; nessa conversa em grupo, o Ministrante e os monitores aproveitam para ensinar, a partir das regressões, a teoria da Psicoterapia Reencarnacionista e aspectos teóricos e práticos da Regressão Terapêutica.

Todos os alunos dos Cursos têm o direito de receber 4 ou 5 sessões de regressão, ou mais, e auxiliar os Mentores no mesmo número de sessões, nas aulas e nos Grupos de Estudos. O Ministrante controla esse aspecto mas no caso de um aluno sentir-se prejudicado por estar recebendo menos regressões do que seus colegas ou auxiliando os Mentores em menor número que os demais, ou não estar conseguindo regredir, deve procurar o Ministrante e comentar com ele, que tomará providências imediatas para que isso seja corrigido.

Todos os alunos devem aprender a realizar a 1ª consulta e as reconsultas do Tratamento com a Psicoterapia Reencarnacionista para que possam, após formados, trabalharem profissionalmente em seu consultório com essa Terapia ou gratuitamente em seu Centro Espírita ou Espiritualista. No caso de um aluno sentir que não está aprendendo adequadamente a conversar com as pessoas sobre a Psicoterapia Reencarnacionista e encaminhar o Tratamento, deve procurar seu Ministrante e comentar com ele a respeito, que tomará para si a responsabilidade de melhor ensinar o aluno nesse aspecto.

Todos os alunos devem, ao final do Curso, julgarem-se aptos a auxiliar os Mentores das pessoas nas regressões, mesmo que entendam que a prática é que os tornará mais capacitados para isso. No caso de, na 2ª metade do Curso, um aluno julgar que não está aprendendo sobre a prática da Regressão Terapêutica como esperava, sentir-se inseguro ou incapaz de realizar esse procedimento, deve procurar seu Ministrante que intensificará esse aprendizado com esse aluno.

Todos os alunos devem, durante o Curso, ir entendendo a sua Personalidade Congênita a partir da recordação de suas encarnações passadas e com isso relembrando sua proposta de Reforma Íntima. Todos os alunos devem, durante o Curso, irem libertando-se do comando do seu ego e passando esse comando para seu Eu Superior. No caso de um aluno na 2ª metade do Curso entender que isso não está claro ou suficiente para si, deve procurar seu Ministrante para comentar a respeito, que tomará providências para que isso concretize-se, a seu cargo ou de um monitor sênior ou um júnior capacitado para tal. 

Todas as regressões nas aulas e nos Grupos de Estudos devem terminar quando o aluno já recordou o final da encarnação passada acessada, a sua morte, o seu desencarne e a sua subida para o Mundo Espiritual (período inter-vidas), até o momento que chamamos de “Ponto Ótimo”, em que todas as ressonâncias da vida passada anterior tenham já passado, sejam de ordem “física” ou psicológica e os seus Mentores tenham tido a oportunidade de lhes transmitir ensinamentos, orientações e conselhos para sua vida atual.

Todos os Ministrantes têm o dever de cumprir esse aspecto das regressões fielmente bem como os monitores sêniors e júniors, mas como torna-se, às vezes, difícil esse controle em cada sessão, pois ocorrem várias regressões concomitantemente nas aulas e os Grupos de Estudos são realizados durante o mês, se um aluno perceber que as suas regressões ou de seus colegas não vêm tendo esse aspecto respeitado por quem está auxiliando os Mentores, deve utilizar o Fale Conosco no Portal ABPR para comunicar-se com a diretoria da ABPR.

Os alunos têm o direito de receber amor, atenção e serem respeitados pelo seu Ministrante e pelos monitores de Curso, bem como fazerem parte do Grupo dos alunos na Internet, através do qual receberão uma atenção especial que os façam sentirem-se integrados à turma e participantes ativos do Curso. Os Ministrantes recebem a orientação por parte da Diretoria Acadêmica da ABPR de comunicarem-se com bastante frequência com seus alunos através do Grupo na Internet, enviando material didático do Curso, casos clínicos, audições de regressão para estudo, informações sobre as aulas, etc. No caso dos alunos sentirem-se desconsiderados ou abandonados por seu Ministrante em relação a esse aspecto, devem comunicar-se com a direção da ABPR, que tomará providências a respeito.

Os alunos podem acessar o Manual do Ministrante e o Manual dos Monitores em Minha ABPR de Aluno no Portal da ABPR, para saberem qual o procedimento recomendado para esses profissionais e o que devem exigir durante o Curso.

Os alunos podem acessar o Código de Ética Profissional na Home do Portal da ABPR.

Os alunos podem acessar o Estatuto da ABPR na Home do Portal.

Os alunos têm o direito de receber seu Certificado de Conclusão do Curso no derradeiro Módulo, no caso de terem tido, no mínimo, 90% de presença nos Módulos e nos Grupos de Estudos (se houverem), terem sido considerados aptos a exercer a Psicoterapia Reencarnacionista e a Regressão Terapêutica e estarem em dia com todas as suas mensalidades. No caso do aluno não ser considerado apto a atuar como psicoterapeuta reencarnacionista, tem o direito de refazer o Curso (Aluno de 2ª Turma) gratuitamente na próxima Turma do Curso de Formação.  

O principal em um Curso de Formação em Psicoterapia Reencarnacionista e Regressão Terapêutica é o aluno, cada um é o foco principal da realização do Curso. E cada aluno deve receber uma atenção especial por parte do seu Ministrante, tanto durante as aulas como durante o mês. O aluno tem deveres (frequência, atenção, empenho, dedicação, estudo, etc.) e direitos (todos eles especificados nos Manuais e nos textos à disposição no Portal da ABPR.

O Ministrante têm o dever de exigir o cumprimento dos deveres de cada aluno, em benefício dele mesmo, e um aluno tem o direito de exigir o cumprimento dos deveres do seu Ministrante e dos Monitores do Curso, também em benefício deles mesmos.